CONTAGEM REGRESSIVA

25 de abr de 2011

Boston - MA

No fim de semana da Páscoa reunimos um grupo de 14 meninas e fomos para Boston!
















Saímos no sábado às 9:10 AM de NY e chegamos em Boston 1:25 PM; Fomos para o hotel deixar as malas e bora andar pq não temos tempo a perder =]

Como sempre a companhia ajuda e nós nos divertimos mtooo, altas risadas e palhaçadas e mais um fds incrível pra guardar pra sempre!

No sábado estava chovendo mto quando chegamos lá então resolvemos ir para o Quincy Market que é um shopping onde tem bares, restaurantes, lojas típicas e tem a parte de dentro e de fora com opções pra fazer. Nem todas do grupo quis ir então ficamos apenas em 7; Passamos a tarde lá e depois fomos para o hotel; Ficamos fazendo hora conversando e dando mtaaaa risada no hotel e depois fomos para Cambridge (o lado universitário da cidade) num barzinho chamado Flat Top Jhonny`s.
O barzinho era bem legal, tinha mesa de sinuca e estava passando um jogo de Hockey, tinha bastante gnt e um pessoal bem variado.

Quando digo variado é pq em Boston tem mtos lugares GLS e onde vc vai vc vê os grupos; Cada homem lindo de morrer que vimos e quando a gnt olhava estava beijando outro, aííííí que desperdicío!!! rsrs.

Ficamos no barzinho até 1 da manhã e voltamos pro hotel mortas... caímos na cama e apagamos e no outro dia às 7 da matina tava todo mundo de pé pra maratona começar hehe.

Tomamos café e como o dia estava lindo pegamos um tour pra conhecer a cidade.

Saímos com o tour às 9 AM e conhecemos todos os pontos turísticos de Boston; A cidade é linda e limpa e é mtooo organizada. Lá tem mtas opções pra night life e de dia lugares maravilhosos, ameiii!

Passamos em mtooos pontos turísticos, inclusive em Harvard e amamos, me senti uma universitária rsrsrs.

Depois do tour fomos para o hotel buscar as malas e partimos para a estação do bus, almoçamos por lá msm e pegamos nosso bus rumo a NY again.

Chegamos em NY 8:14 PM e tivemos que esperar pelo próximo trem que era só às 9:00, então tomamos nosso famoso sorvetinho Dulce de Leche da Haggen Daz e ficamos lá fazendo hora; Chegamos na nossa estação às 10:22 PM e a Mi me trouxe em casa... estava mortaaaaa de canseira mas mto feliz com minha Páscoa recheada de amigas maravilhosas!!!


Agora bora trabalhar e esperar pela próxima!!!


Fotinhos...



Me *-*



Boston Beiseball



Mi e eu - Jumping!!!



Flap Top Jhonny`s Bar



Tour



Boston/MA



Ruas de Boston - Spring Time, lindooo!



Church



Feliz!!!



John Harvard - Dizem que pegar no pé esquerdo traz inteligência, será???? haha




Harvard




Campus Harvard University




No porto de Boston




Todo mundo morta, FIM!!! hauhauhau




Kiss *-*

22 de abr de 2011

Happy Easter!!!





Hoje é sexta Santa no BR, aqui o nome é Good Friday e tbm é feriado, porém como au pair é camêla tô aqui trabalhando normal até às 8 da noite :S

Mas nada vai tirar minha alegria pq hoje é sexta e pq eu tenho mtoooo chocolate pra comer hehe!

Estava de regime, ops, ainda estou, mas tá meio díficil com todo esse chocolate rsrs; Semana passada o correio bateu aqui e era uma caixa pra mim, quando abri nem acreditei...



Minha mãe e minha tia me mandaram ovos de páscoa caseiro do jeitinho que eu gosto... tinha uma cartinha de cada uma junto e mtos bombons dos meus preferidos, sonho de valsa branco e preto, prestigío e chokito e várias outras coisinhas que eu usava mto no BR, fiquei tão feliz!!!





Liam todo feliz com o ovo que minha mãe mandou pra ele =]



Dois dias depois o correio bate denovo e, tcharam...



Meu pai e minha avó mandaram ovos de páscoa tbm e cartinhas e mais coisinhas que eu gosto e nem preciso falar que fiquei mais feliz do que já estava né?!


Minha família é maravilhosa, lembraram de mim e me deixaram tão, mais tão feliz... AMO VCS!!!



Ontem meu kid veio me dar um coelhinho de chocolate, me deu um abraço e disse que me amava e eu fiquei toda derretida haha.




Só por curiosidade já que todo mundo pergunta; A Páscoa aqui é celebrada do mesmo jeito que no BR, porém como aqui na minha região tem mtos Judeus esse negócio de não comer carne na sexta Santa nem é lembrado. Os coelhinhos de chocolate tbm são comuns por aqui mas não existe ovo de chocolate como no BR. Eles compram os coelhinhos e dão pras crianças no domingo de Páscoa mas não existe a lenda dos coelhinhos trazerem de madrugada como fazemos com as crianças no BR.

Eles teêm o costume de pintar ovos de galinha para enfeitar a mesa do almoço de domingo, porém aqui na minha casa nem isso foi feito hehe.

Oq as crianças adoram fz aqui é procurar ovinhos de mentirinha que escondemos pela casa como um caça ao tesouro e no final encontra o ovo de chocolate.

Nada mto atrativo e nem comemorativo como no BR, mas o importante é que tbm tem chocolate rsrs.


Então que jeito continuo a dieta se eu já acabei com um ovo e todos os bombons?! kkkk, no choice, o jeito é comer, engordar e ser feliz, afinal Páscoa é só uma vez no ano hehehe.


Quero desejar a todos que me acompanham uma Feliz Páscoa cheia de luz, paz e amor e que o coelhinho de vcs seja tão generoso quanto o meu hahahaha.



Bjuuuuu *-*

18 de abr de 2011

E o BOYFRIEND???

Várias pessoas sempre me perguntam como é manter um relacionamento a distância e se está dando certo, então resolvi contar um pouquinho sobre como está sendo isso tudo pra mim (e pra ele claro).




Como todos vcs sabem, ou não, tenho um relacionamento de quase 8 anos e ele não é só um namoradinho, somos NOIVOS!

Foi uma decisão mto díficil a ser tomada na minha vida, pensei mto antes de tomar essa decisão e com certeza o apoio dele foi fundamental.

A despedida foi terrível mas conforta saber que o reencontro está a cada dia mais próximo :)

Aqui levo mto bem minha vida, claro que tem dias que desmorono e sinto mta falta, td me faz lembrar dele e por mais que eu esteja curtindo estar aqui seria mto melhor se ele estivesse junto.

Antes de vir tivemos várias conversas a respeito disso tudo e decidimos que íamos manter o relacionamento, pq não faz sentido vc terminar só pq vai ficar longe por 1 ano, afinal, quem ama supera!

Combinamos que tanto eu quanto ele está livre pra ir onde quiser e fz oq quiser, claro que com respeito e fidelidade (porém se a gnt parar pra pensar em fidelidade a gnt enlouquece, já que esse é um assunto que só de pensar deixa a gnt com a pulguinha atrás da orelha, pq mulher sempre pensa "homem é homem"). O combinado era que nós íamos manter o contato sempre, que um ainda devia satisfação ao outro, porém ninguém ia "podar"ninguém (já que eu quero conhecer td por aqui ele tbm tem o direito de passear por lá, right?).

Acredito que devemos um ao outro respeito, dignidade, satisfação e companheirismo independente da distância e se tudo isso der certo será perfect!

Já completei mais de 4 meses aqui e nosso relacionamento está mto bm obrigada, graças a Deus estamos conseguindo manter td isso mto bem e estamos mto confiantes que dará certo.

Nós procuramos nos falar pelo menos vezes por semana, geralmente de segunda, quarta e sexta, nos fds não nos falamos mto, já que ele aproveita lá e eu aqui, porém de vez em quando nos encontramos no skype... tbm nos falamos por telefone, as vezes eu ligo e as vezes ele liga, tbm usamos o e-mail ou orkut ou facebook... meios de comunicacão é oq não falta então estamos levando numa boa :D

Pra quem ainda está tomando a decisão, oq posso dizer ao meu ponto de vista é que se qualquer relacionamento já é por si só complicado, imagine se relacionar com uma pessoa que não está fisicamente perto de vc. É complicado, tudo se potencializa, a saudade (lógico), o cíume são maiores, as discussões bobas, enfim, tudo se potencializa pelo fato de não ter a pessoa "sob seus olhos".

Parece óbvio mas não é, no ínicio vc acha que vai ser facíl, afinal, "tô curtindo mané!", mas depois que vc percebe que vc não vai poder ver essa pessoa nem se vc quiser e é aí que o bicho pega!

Vc vai numa festa e ele não está contigo, vai num churrasco e ele não está contigo, vai num aniversário e ele não está contigo, aí vc resolve ir pra cama dormir e ele tbm não está lá te esperando pra assitir um filme, fazer carinho, fazer amor... enfim, ele não está contigo!

Só quem passou por isso sabe o quanto é díficil a despedida, o quanto o tempo custa a passar quando estamos contando os dias para o reencontro, o quanto a cama é fria sem ele por perto e o quanto a saudade pode doer...


Aí vc me pergunta, então, vale a pena?

Obviamente, a única pessoa que pode responder se vale a pena ou não investir no relacionamento a distância é vc. Pq a princípio, e isso eu posso garantir, essa não é umas das decisões mais faceis a ser tomada na vida, mas pense que hoje existe a comunicacão (que claro não é a msm coisa, mas é uma mão na roda) e vcs poderam se falar ou até se ver quando quiserem.

Não posso responder por vc, já que ninguém respondeu por mim essa minha decisão, mas posso garantir que se tudo realmente der certo como planejamos teremos uma linda história de amor pra contar.

Pra mim o segredo é: Controlar o cíumes, já que com a distância o cíume de todo mundo que o cerca fica maior, aproveitar a distância para conversar sobre TUDO, não tenha medo de traição e passe a acreditar piamente no ditado "O que o coração não vê os olhos não sentem", pode parecer ridículo, mas se vc for levar a ferro e fogo pode ter certeza que seu namoro não vai durar, aprenda a lidar com a distância, cresça com ela e pense que o amor realmente supera tudo, se vcs se amam de vdd e forem maduros vcs tem tudo pra dar certo.

É nisso que vc tem que focar, todo relacionamento tem momentos de adversidade e o importante é lembrar oq os une.

Pra mim uma frase resume tudo isso, "Alguém sustentaria uma relação à distância se não gostasse de vdd da pessoa?"

É claro que não!

Então tenha confiança em si mesma e siga em frente, vc nunca vai saber se não tentar!

Espero ter ajudado :D


Deixo aqui algumas fotinhos do meu amor que está a milhas e milhas de distância mas que nem a distância e nem o tempo me deixa esquecer o quanto é importante e especial na minha vida!


TE AMO PRA TODO O SEMPRE, AMÉM!



Bjus *-*

12 de abr de 2011

4 meses de USA!!!

O tempo tá voando e ao mesmo tempo 8 meses ainda parecem tantos meses pela frente...



Não tive mais homesick, mas à uns 15 dias atrás eu estava mto reflexiva, pensando no meu futuro e estava meio triste... quatro meses já começa a pesar na costa, a sds só aumenta, porém agora a gnt já sb lidar com ela, mas nem por isso deixa de ser díficil.
Sim, eu já pensei em extender, até me surpreendi quando me peguei pensando nisso, eu que sempre falo que não vou extender, mas no fim ainda tenho esse pensamento, acho que se eu extender vou me arrepender dessa decisão pq eu continuo contando os dias pra voltar pra casa.

Enfim, oq importa msm é minha superação a cada dia que por sinal já está completando 4 meses :)

Fico mto feliz quando as pessoas falam que as surpreendi, que estão orgulhosas de mim, da gás pra continuar, pra seguir em frente!

Ainda tem mto chão pela frente e estou procurando traçar meus passos e seguir meu objetivo, meu primeiro curso de inglês termina em maio, dia 07, depois dia 14 saio de férias e estou em busca de um curso de RI pra junho ou julho, assim vou levando a vida...

Quando disse que 4 meses começa a pesar na costa é pq com o passar do tempo vc já está adaptada mas tbm já sente mais saudade de tudo. Esses dias estava falando com meu pai sobre umas coisas que ele ia me mandar do BR e eu falei que ia aproveitar e pedir umas sandálias que eu gostava mto, aí ele perguntou qual eu queria e eu simplismente não consegui lembrar quais minhas sandálias preferidas que ficarão no BR. A gnt se desliga totalmente, até suas próprias roupas vc esquece, por fim, ele não vai mandar as sandálias pq eu ainda não consegui lembrar quais eu tenho rsrs.

E é por isso que bate a carência, pq vc esta tão longe de td que nem consegue se lembrar de alguns detalhes, e nessa hora bate loucura pq vc se acha uma estranha com vc mesma, vc se sente em outro planeta e isso é mto esquisito, mas na vdd se vc parar pra pensar nisso tudo vai concluir que vc só está aprendendo coisas novas, num "planeta" diferente e que tudo que vc está vivendo é tão intenso que te faz deixar pra traz literalmente a antiga vida.


Uma coisa que me faz mto "infeliz" aqui é a sds dos meus amigos que ficarão no BR; Semana passada senti uma coisa que ainda não tinha sentido aqui, CARÊNCIA!


Sabe quando vc quer ter alguém pra sentar e conversar com vc, ou simplismente aquele amigo em especial que olha pra vc e já sabe que algo está errado? Sinto mta falta disso, de um carinho inesperado, de um abraço, um beijo, um te adoro e um te amo então nem se fala...


A carência bate à minha porta aos 4 meses, carência de tudo, carência de família, de amigos, de namorado, de sexo, de comida de vdd, enfim, a carência bate à minha porta; E essa é a parte complicada de tudo isso, quando vc se vê SOZINHA!


Aí vc não tem mtas opções, então senta meu bem e chora, reza e pede pra Deus te dar forças pra seguir em frente e não se deixe cair, seja forte e lembre-se que msm não sendo os "verdadeiros amigos" que ficarão pra trás, aqui vc tbm tem amigos de verdade, amigos que podem ser essenciais pra vc como os meus são pra mim!


Aqui fiz mtas amizades, amizades que vou levar pra vida toda, com gnt de todos os lugares do mundo, mas não tem como não dizer que os laços mais fortes são com os brasileiros. É impressionante como a gnt se entende, como a gnt sabe do sofrimento do outro só pelo olhar, como a gnt se diverte com nossas asneiras, tudo é mto intenso aqui e as amizades não podiam ser diferentes.


Claro que não é o ideal só ter amigos brasileiros, mas gnt, de verdade, são eles que me seguram aqui; Saber que eu posso ligar e falar em português todos os meus sentimentos, chorar e explicar oq eu to sentindo é indescritível, sem eles aqui eu já tinha desistido faz tempo.


Nessas horas eu sempre ligo pra eles e eles sempre me ajudam; Marcamos algo bem agitado pro fds pra esquecer um pouco essa agônia e isso sempre da um UP no meu astral. Eu já amo meus amigos de América, já não vivo sem eles por aqui e me da tristeza só de pensar em um dia dizer adeus...


Esses são meus amigos de ESTAÇÃO;


Eles me ensinaram que quando amigos de estação entra na sua vida é pq chegou a sua vez de dividir , crescer e aprender. Eles trouxeram pra mim a experiência da paz e me fazem rir. Eles me ensinaram a fazer coisas que eu nunca tinha feito. Eles me dão um quantia enorme de prazer só de estar junto. Acredite, é real, o problema é que dura apenas uma estação!




Então é isso minha gente, comemoro meus 4 meses aqui feliz pelas conquistas, orgulhosa de mim pela vitória de cada dia e forte pra seguir em frente, graças aos meus AMIGOS!!!


Bjus e obrigada por me acompanharem sempre, vcs tbm me dão mta força, meus amigos virtuais!!!


Fui...

1 de abr de 2011

Meu relacionamento com minha host-family

Atendendo a pedidos vou falar um pouco de como é o meu relacionamento com minha host family;




Bom pra começar posso dizer que eles não são perfeitos, longe disso (se bem que nem acredito que haja uma familía perfeita, mas pode ser que tenha pra algumas meninas)...... Eu poderia rotular minha family como "A perfeita e warm (morna) família Americana" rsrs. Eles não são típicos frios americanos, mas tbm não são calorosos como nós; Eles se abraçam e se beijam entre si, mas nunca um desconhecido (no caso eu rsrs); Eles não são pais de vdd como devem ser os pais, eles tem pouco tempo para os filhos e dinheiro, então o tempo que sobra já que tem grana pra pagar au pair não ficam com as crianças e mtas vezes nem sabem sobre o desenvolvimento deles.


Na minha casa quem dita as regras é o meu host, ele é um cara gnt boa mas talvez por ter grana e ser advogado ache que pode mandar em tudo, então ele pra mim é um cara apenas gnt boa que tem dias que desce redondo e dias que desce quadrado na minha garganta; Ele é bipolar, tem dias que ele acorda sorrindo, desejando bom dia e fazendo piadas, e tem dias que encontro com ele na cozinha e nem um "HI" ele fala. Enfim, eu não tenho mto contato com ele já que ele trabalha fora o dia todo, porém como td é ele quem tem que decidir td que eu preciso eu falo pra minha host e ela pergunta pra ele. Por exemplo, se eu pedir tal fds livre ela tem que perguntar pra ele e dps me dá a resposta; Se eu pedir pra ela me buscar na estação de trem ela precisa perguntar pra ele, td ela tem que perguntar pra ele, dá até raiva. As vezes eu sinto que ela tem medo dele, sei lá, nunca percebi nada de diferente na relação deles, pelo contrário, se dão super bem, mas eu sinto um certo receio dela com relação à ele. Outra coisa que me incomoda nele é que ele acha que tudo tem que ser feito da maneira dele e ele fica fazendo comparações, tipo, "a outra au pair não fazia assim..." , "vc deve fazer desse jeito...", isso me deixa furiosa, mas deixo entrar por um ouvido e sair por outro, afinal se ele não estivesse feliz com meu trabalho já tinha me mandando embora.

Minha host até o momento tem ficado em casa comigo pq está de licensa maternidade, ela voltará a trabalhar em breve, porém ela só trabalha 2 dias na semana, segundas e sextas, então nos outros dias ela fica em casa. Ela é mais na dela, tem dias que conversa mais e tem dias que conversa menos, mas eu sinto que ela gosta de mim. Ela não fica em cima de mim quando está em casa, me deixa fz meu trabalho sem interferir e as vezes até ajuda, ficando com um enquanto dou banho no outro ou até msm preparando o almoço ou jantar do menino. Ela não interfere tbm quando coloco de castigo ou proibo algo, mas a gnt nunca fica a vontade com alguém em casa, então se eu pudesse escolher claro que queria que os pais trabalhassem fora o dia todo. Uma das coisas que me incomodam que ela faz é que quando ela precisa falar algo pra mim ela não vem e fala direto pra mim, ela fala pro meu host e ele vem falar comigo. Por exemplo, se ela não gostou de algo que fiz, ela fala pra ele e ele vem falar pra mim, mta submissão de mulher pra homem no meu ponto de vista e fico morrendo de raiva pq ele não tem nada haver com o assunto e vem querer dar um de superior, mas... é a vida :S

Minhas crianças são crianças então sempre dão trabalho, mas eu amo eles!!!

Minha menina tem apenas 4 meses e já nasceu com defeito rsrs, na vdd acho que todas as crianças nascem com defeito nesse país, MIMADAS hehehe. A monstrinho (apelido carinhoso que dei pra ela rsrs) é super sociável, dá risada pra todo mundo a toda hora, adora dançar comigo e é mto fofa maaaaas, é mto chorona. Ela foi acostumada no colo, então quem está tento o árduo trabalho de desacostumar sou eu, ai aguenta choro de criança o dia todo. Tbm estou tendo problemas com a mamadeira, ela está saindo do peito agora e não quer de jeito nenhum mamar na mamadeira, ai além de chorar que quer colo chora de fome, já que não come. Mas eu amo ela, ela é mto fofa, minha monstrinha preferida hehe!



Meu menino e um capetinha (outro apelido carinhoso rsrs), mas e um bom menino. Na vdd ele e a tipica crianca mimada americana; Comigo ele ja nao corta mta farinha nao, comecei a me impor, falar mais alto e grosso e ele tem receio. Se e preciso eu coloco sim de castigo mas sempre converso depois sobre o pq ele ficou de castigo. Ele e eletrico, literalmente ligado no 220V, tem dias que ja acorda correndo de um lado pro outro e fazendo manha. Ele chora e se joga no chao quando eu falo nao pro que ele quer e eu nem ligo pra ele, mas da um odioooooo! Ele tem resposta pra tudo e e mto inteligente em todos os sentidos, ja sabe ler e esta comecando a escrever, isso pq ele tem 4 anos de idade. Com os pais ele pinta e borda, ja mil vezes mais manha do que comigo e os pais nao fazem nada. Ele grita com os pais, se joga no chao, fica pendurado na perna deles e corre de um lado pro outro e os pais atras, se fosse meu filho levava um tapa na boca cada vez que gritasse comigo e um monte na bunda, queria ver se nao ia ter respeito comigo rsrs.

Mas e serio gnt, nao consigo acreditar em educacao sem uns tabefes, nao adianta esse papo que a crianca cresce revoltada, apanhei mto quando crianca e nem por isso sou revoltada, pelo contrario, aprendi mto com isso, mas aqui o buraco e mais embaixo rsrs. Com todos esse defeitos eu amo meu capetinha tbm, ele e mto lindo!!!



Video do Liam fazendo pirraca... ele pediu pra ir fazer xixi, quando chegamos no banheiro do nada comecou a se jogar no chao e falar que nao queria mais, ai ficou assim, se jogando no chao ate que nao aguentou mais e foi fazer. O detalhe e que isso ja estava durando uns 20 minutos, so gravei o final... mereco ne?! rsrs




Já tive sim alguns enroscos com minha host family, na vdd com meu host, já pensei em rematch (trocar de família), porém as coisas foram se ajeitando e eu decidir que ia tentar. Mtas coisas pesaram quando fiquei com essa dúvida, é terrível pq a gnt sente medo de mudar, encarar td novo denovo e os motivos pelos quais decidi ficar foram: - Já me apeguei as crianças, nova adaptação seria complicado, teria que parar o curso que estou fazendo no meio do caminho e perderia o dinheiro que eles pagaram no curso e as amizades que fiz aqui. Aí decidi que ia tentar mais um pouco e está dando certo graças a Deus. Hj estou feliz com minha escolha, como disse eles não são perfeitos comigo, pelo contrario eu tenho mtas coisas a reclamar: - Não tenho um carro só pra mim, as vezes tenho que trabalhar de fds e me fazem cumprir exatamente as 45 horas semanais, a bipolaridade do meu host e o jeito possessivo de ser e minha host ficar em casa 3 dias por semana. Porém penso que eles se importam comigo, do jeito deles mas se importam. Sempre que é uma data especial me dão presentinhos, pedem pra eu colocar na listinha do supermercado oq eu quero que comprem pra mim e sempre compram tudo (e eu encho a listinha hein rsrs), deixam minhas amigas dormirem aqui de boa, não tenho curfew (horário pra chegar em casa), se eu quiser sair na sexta a noite e voltar no domingo a noite eu posso, etc. Eu sei que eu poderia sim arrumar uma família mto melhor, até minha LCC já disse isso, mas eu não me sinto confortavel com isso, estou feliz do meu jeito aqui e não quero ter que recomeçar, ou correr o risco de pegar uma mto pior oq seria terrível, então eu vou levando, faço meu trabalho bm feito, cumpro meu horário certinho, faço as coisas que tenho vontade no meu tempo free e se é preciso sento e converso.

Minha relação com eles não é de empregada mas tbm não é de integrante da família, não costumo ficar com eles depois do meu trabalho, se fico é por 1 horinha e olhe lá, não temos as refeições juntos, geralmente como com meu menino e eles comem cada um num horário, fds caio fora e se fico em casa fico no meu quarto assistindo algo ou na net, mas tenho minha liberdade aqui, tbm não sei se gostaria de uma família mto pegajosa, faço as coisas do jeito que eu quero e sempre deixei claro que não tô aqui no desespero não, se não estão feliz podem me mandar embora que eu nem ligo, tenho casa e família, não "preciso" disso.

Bom, num geral é isso, não tenho mto mais oq dizer, estou feliz sim, a vida de au pair não é facíl, cuidar de crianças nunca será facíl, morar na casa de "desconhecidos" é mto complicado, perder sua liberdade então nem se fale, mas isso aconteceria com qualquer família, já que vc sempre será a AU PAIR. Porém queria aqui deixar uma dica pras que ainda estão em processo; Primeiro passo é escolher uma boa e "grande" agência, mtas meninas vem por agências menores (Go Au Pair, Euro Au pair, Interexchange) e se tem rematch não acham famílias pq a agência não tem mtas famílias, depois disso, quando estiver online não tenham pressa, conversem com quantas famílias for necessário, pergunte tudoooo oq passar pela cabeça, por mais idiota que a pergunta pareça ser ela pode ser importante pra vc, pesquise a região, aqui em NJ por exemplo se vc não tem carro vc não faz absolutamente NADA, dê preferência sim pra famílias que te darão carro, pergunte sobre curfew, isso atrapalha a vida de mtas meninas, tente conversar com a antiga au pair e sugar o máximo de informações da família, pesquise sobre cursos, enfim, não feche com a primeira família na empolgação do momento pq depois vc pode se arrepender mto pela escolha precipitada.



Enfim, com todos esses altos e baixos já pude aprender mta coisa nessa minha louca vida de au pair e uma delas significa mto pra mim... "Paciência requer mta prática e heróis são aqueles que fizeram oq era necessário fazer, plantando no meu jardim e decorando minha alma aprendi que realmente posso ser forte e suportar tudo, e que posso ir mto mais longe do que pensava que iria, e que realmente a vida tem valor e eu estou aprendendo com ela a cada dia!"



É oq tem pra hoje...

Ari Moura